Domingo, 05 de Julho de 2020
UNIMED MARÇO

EconomiaEmpresa transforma itens excedentes em capital de giro

Postado 1 mês atrás Fonte: assessoria

Os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus já estão sendo notados nos mais diversos setores comerciais. De acordo com levantamento do IBGE, a produção industrial do país encolheu 9,1% em março e a previsão do Bank of America (BofA) aponta para a queda de 7,7% do PIB brasileiro até o fim do ano.

 

Neste cenário preocupante, as empresas precisam elaborar estratégias para minimizar suas perdas e otimizar o processo produtivo e, para isso, pensar na redução dos estoques é fundamental. Itens parados, seja por conta da atualização dos equipamentos ou pela falta de uma gestão bem definida, apenas ocupam espaço de armazenamento e afetam negativamente o resultado financeiro.

 

Pensando nisso, empresas de tecnologia têm oferecido serviços baseados na lógica da cooperação e que prometem resolver o problema das peças excedentes. O Surplus, por exemplo, solução criada pela CH Master Data, permite a comercialização ou a permuta de materiais inativos, obsoletos e de baixo giro entre os clientes, melhorando a performance dos envolvidos e restaurando suas respectivas receitas.

 

Isso porque, enquanto a comercialização de peças com compradores de fora devolveria apenas um valor parcial e abaixo do esperado - estima-se que, em leilões, os vendedores tendem a arrecadar apenas cerca de 8% do preço do item - com o Surplus as empresas podem permutar seus estoques pelo preço cheio, recuperando até 100% do investimento inicial.

O serviço da CH Master Data funciona com base em uma rede fechada de empresas, gerenciada pela na plataforma WebForMat, que padroniza as descrições dos materiais dos clientes e verifica se ele já existe para outras empresas dessa rede. Todo item cadastrado recebe um Código CH (Commom Code), que é uma espécie de CPF que individualiza cada peça e que permite saber em quais empresas ele é utilizado.

Outra vantagem é a adoção da permuta multilateral como modelo de negócio. Neste tipo de transação, duas ou mais partes concordam em trocar produtos sem que haja a necessidade de um encontro de interesses, valores e da disponibilidade direta entre vendedor e comprador. Como a CH Master Data trabalha com capital virtual, as negociações são convertidas em créditos para aquisições futuras da empresa.

 

A proposta da plataforma é de que as empresas permutem seus itens pelos valores históricos registrados em seus sistemas. Assim, é possível melhorar os resultados financeiros das empresas sem ter que registrar prejuízo. Além disso, todas as transações são feitas sob orientação de consultores tributários que orientam o processo dentro das empresas garantindo o Compliance das operações.

 

A plataforma Surplus já possui em seu catálogo mais de 118 mil itens, somando 82 milhões de reais em ativos. Sua estratégia se destaca pela transformação de ativos imobilizados em capital de giro e pela lógica da sustentabilidade, que prioriza a troca de materiais ao invés do descarte.

 

Para mais informações: chmasterdata.com.br 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.