Terça-feira, 02 de Junho de 2020
Unimed corona

Mato GrossoCORONAVÍRUS: Sinop mantém 22 suspeitas; descartes aumentam

Postado 2 meses atrás Fonte: ASSESSORIA

Nas últimas 24 horas, de segunda-feira (30 de março) até hoje (31 de março), o número de suspeitas registradas de coronavírus pela Secretaria Municipal de Saúde de Sinop manteve-se estável: 22 ocorrências. Já o total de casos descartados avançou de oito para nove, ou seja, negativaram para o exame por Covid-19. 13 pacientes ainda aguardam resultado das coletas, indicou boletim técnico divulgado esta noite.

 

Do grupo de pacientes com suspeita, dois seguem internados em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Último relatório técnico da Secretaria aponta que o homem de 45 anos apresenta melhora de padrão respiratório desde ontem, com requisitos de cuidados e indicativo de estabilidade. A segunda paciente, que é uma mulher de 73 anos, mantém quadro estável. “Nosso secretário de Saúde, que é o médico Kristian Barros, tem acompanhado junto com as equipes de saúde todos os casos suspeitos. Não somente dos pacientes internados, mas, também, daqueles que estão em isolamento residencial”, explicou a prefeita Rosana Martinelli durante entrevista concedida pela internet.


OUTROS CENÁRIOS


O Ministério da Saúde divulgou no fim da tarde de hoje (31/03), que o Brasil chegou a 201 mortes causadas pelo novo coronavírus e alcançou a marca de 5.717 casos confirmados para a doença. Já em Mato Grosso, conforme entrevista via internet do secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, 263 pessoas apresentaram suspeita do Covid-19, tendo sido 25 confirmados, com oito hospitalizados (quatro em UTI) e um caso considerado recuperado da doença.


Importante ressaltar que todos esses casos considerados suspeitos desde a última segunda-feira (30) são enquadrados nas novas normas técnicas adotadas pelo Ministério da Saúde, seguida pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso e pela Prefeitura de Sinop.


Tais normas determinam que não serão divulgados os números das pessoas que estão em isolamento por apresentarem sintomas de síndrome gripal LEVE. No entanto, todas essas pessoas estão sendo monitoradas pelas equipes técnicas da Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Epidemiológica.


Atualmente, o Governo Federal já não mensura o número de casos suspeitos de Covid-19 no Brasil, mas sim os dados e notificações referentes à Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) - modalidade que engloba possíveis suspeitas de coronavírus e influenza, por exemplo.


Também por determinação do Ministério da Saúde, este modelo de monitoramento permite um acompanhamento mais efetivo das hospitalizações e da gravidade de todos os casos que apresentem sintomas semelhantes ao do coronavírus, como são as pneumonias e as variações de influenza.
 

Comentários

Os comentários não representam a opnião do jornal; a responsabilidade é do autor da menasgem.