NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Meio Ambiente

11/10/2017 - 18h06
Imprimir

WWF-Brasil irá discutir legalidade da madeira no 1º Florestal Tech

Fonte: Juliane Ferreira
A+ A-

Cuiabá (MT) recebe entre os dias 18 e 20 de outubro a primeira edição do FlorestalTech, evento de negócios florestais que pretende discutir o cenário econômico, as tendências, oportunidade e novas tecnologias para o setor, promovido pelo Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) e Governo do Estado de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento econômico (Sedec). Um dos temas principais dos debates será o uso da madeira na construção civil. Para abordar a questão da legalidade da madeira, o analista de Conservação do WWF-Brasil, Ricardo Russo, irá apresentar o trabalho que vem sendo realizado pelo Programa Madeira é Legal na disseminação de informações que incentivem o uso responsável e sustentável da madeira e os caminhos possíveis para o setor na região do Mato Grosso.

Na avaliação do especialista, é preciso fazer algo diferente e parar de pensar somente sobre de onde vem a madeira. “É claro que essa é uma discussão importantíssima, mas mais importante do que isso é perceber que temos um material incrível, que é, entre outras coisas, capaz de mitigar a emissão de CO²”, afirma. Segundo Russo, o programa Madeira é Legal foi a forma encontrada para cessar a discussão se determinada extração é legal ou não e “tirar das costas do setor florestal a questão do desmatamento”, diz.

“O setor florestal precisa das florestas e, por isso, quer fazer um plano de manejo sério. As pessoas precisam entender que manejo florestal e desmatamento não têm relação”, afirma.

A expectativa dos organizadores do 1º Florestal Tech é reunir representantes do setor florestal de Mato Grosso e delegações de várias partes do país e do mundo. Na programação estão previstos painéis e mesas redondas sobre os sistemas construtivos wood frame e madeira laminada colada. Outra atração é a Mostra daArquitetura da Madeira para o Século XXI, com a curadoria do arquiteto Marcelo Aflalo, que apresentará maquetes e projetos de construções em madeira existentes no Brasil e no mundo e discutirá seus benefícios e especificidades. O Cipem lançará ainda um catálogo, que apresenta por meio de recursos interativos as principais madeiras nativas comercializadas pelo setor florestal, informações técnicas sobre elas e seus potenciais usos e aplicações.

“Queremos promover o debate sobre o uso da madeira nativa como matéria-prima da construção civil com o objetivo de fomentar a inovação e visando o mercado do futuro e as exigências crescentes da sociedade por tecnologias verdes. Por isso, queremos uma participação ampla do público, envolvendo profissionais e futuros profissionais nesta discussão”, explica o presidente do Cipem, Rafael Mason.

Além do WWF-Brasil, apoiam a iniciativa o Fórum Nacional de Atividades de Base Florestal (FNBF), a Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT). A inscrição para o evento, que será realizado no Centro de Evento do Pantanal, deve ser feita pelo site www.cipem.org.br.

Participação junto ao setor produtivo
A partir do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Programa Madeira é Legal desde 2009, o WWF-Brasil tem participado de eventos em diferentes regiões do país para disseminar informações sobre o tema e unir o setor da madeira e da construção em torno de objetivos comuns. “As boas iniciativas têm que aparecer. No programa Madeira é Legal, damos apoio à cadeia da madeira. Nossa meta é ajudar a articular este setor, porque para chegarmos no grau de tecnologia e avanços que queremos temos que estar unidos”, defende.

Além da participação e promoção de eventos em São Paulo (SP) e Brasília (DF), a organização participou, pela segunda vez, da programação da Semana Internacional da Madeira, em Curitiba (PR). “Isso mostra nosso comprometimento em tentar articular os diferentes atores envolvidos nessa cadeia”, completa.  

  Últimas

11/10/2017 - 18h06
Termina período proibitivo para queimadas em Mato Grosso
11/10/2017 - 18h06
Travesti é morta a facada e companheiro é o suspeito
11/10/2017 - 18h06
Pesca está proibida a partir amanhã
11/10/2017 - 18h06
Governo prorroga período proibitivo para as queimadas
11/10/2017 - 18h06
INPE prevê tempo chuvoso
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital