NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Economia

25/09/2018 - 08h09
Imprimir

Produtores podem renegociar dívidas de crédito rural com recurso do BNDES

Fonte: PAU E PROSA
A+ A-

Criado para facilitar a vida dos produtores rurais, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibilizou uma linha de crédito chamada Pró-CDD AGRO, específica para que os produtores de soja liquidem até 100% das dívidas rurais contraídas em instituições financeiras. Pablo Padilha, diretor da agência de consultoria financeira para agronegócio COFAM-MT, faz um alerta os produtores para que estejam atentos às condições para solicitação do recurso.
“Essa linha de crédito pode ser utilizada para liquidar dívidas de até R$ 20 milhões, feitas tanto para investimentos, quanto para custeio do plantio. Só é necessário que prestem atenção aos critérios para a retirada do crédito. Dentre eles, a data da contratação do custeio ou investimento, que precisa ter sido feita até o dia 28 de dezembro de 2017”, explica.

Outra condição importante, é que a dívida esteja com parcelas vencidas e a vencer, justamente porque esse recurso não é destinado para que o produtor refinancie dívidas que já estejam em prejuízo da instituição financeira, ou seja, quitar uma dívida que existe há mais de 1 ano.

De acordo com o consultor financeiro, o crédito pode ser solicitado em qualquer instituição financeira que seja repassadora do BNDES. Sendo assim, o agricultor pode optar por pedir junto à Instituição Financeira com a qual já possui relacionamento comercial, podendo solicitar tanto como pessoa física ou jurídica ou pela cooperativa de produtores.

“O produtor passará por uma análise de crédito na instituição onde solicitar, passível de ter a linha aprovada em seu nome ou não. Além disso, o produtor terá que comprovar que está com dificuldade de pagamento da dívida. Esse é um pré-requisito para acionar essa linha”, afirma Pablo.

Segundo o Programa, o produtor pode demonstrar a incapacidade de honrar os pagamentos por meio da dificuldade de comercializar os grãos, por exemplo, possuir o produto, mas que ficou abaixo do preço de mercado, preço estabelecido pelo governo. A frustração de safra também pode ser utilizada como justificativa para concessão deste crédito, seja por causa de chuvas excessivas, problemas no solo, entre outros.

“O produtor pode utilizar essas duas razões para solicitar o montante, além de poder alegar ocorrências prejudiciais de exportação. Por exemplo, o porto utilizado para escoar a safra está fechado e isso impossibilita o envio. Outro exemplo seria uma possível greve dos caminhoneiros que durou mais tempo do que o esperado, dificultando o escoamento da safra. Essa também pode ser uma justificativa”, salienta.

Segundo Padilha, o principal atrativo dessa linha de crédito é o prazo. São até 144 meses de prazo total e com até 36 meses de carência para começar a pagar, dependendo do que a instituição repassadora irá aprovar para o produtor. O fluxo de pagamento está dentro do que o produtor está acostumado a trabalhar, safra, entressafra, safrinha, ou seja, 1 ou 2 vezes por ano, dependendo do que for concedido.

“A solicitação do crédito deve ser feita junto à instituição repassadora, porque será dela a responsabilidade de conferir documentos, entre outros. E além do produtor cumprir os pré-requisitos para retirada do dinheiro, ele precisará comprovar a capacidade de pagamento desta dívida e enviar os comprovantes de pagamento das dívidas para a instituição financeira que liberou o montante para ele”, comenta.

O produtor rural tem até o dia 28 de dezembro de 2018 para demonstrar interesse junto a sua instituição financeira para contrair esse crédito, observando o limite orçamentário de R$ 5 bilhões.

COFAM MT

A COFAM MT é uma empresa especializada em criar soluções financeiras para empresas e para o agronegócio através da inspiração, conhecimento e aplicação de técnicas financeiras, com objetivo de concretizar o sucesso dos clientes.

Fundada em 2012, atua no segmento de consultoria e na intermediação para captação de recursos junto a instituições financeiras nacionais e internacionais, bancárias e não bancárias, assessoria técnica e financeira na elaboração de projetos de viabilidade econômica para obtenção de financiamentos de longo prazo (FCO- rural e urbano, FNO, FDCO, BNDES e outros) e o efetivo assessoramento na tomada de recursos, direcionados corretamente a cada tipo de investimento.

A COFAM MT é responsável por projetos e efetiva liberação de financiamentos que totalizam mais de R$ 300 milhões em recursos de curto e longo prazo, trabalhando assim para o desenvolvimento econômico de Mato Grosso. 

  Últimas

25/09/2018 - 08h09
Circuito Tecnológico Etapa Soja completa 10 anos
25/09/2018 - 08h09
Pantanal Shopping investe R$ 20 milhões em modernização das instalações
25/09/2018 - 08h09
Taxa de condomínio deve ser igual para morador de cobertura de prédio
25/09/2018 - 08h09
TIM ativa 4G na frequência de 700 MHZ em mais quatro municípios do Mato Grosso
25/09/2018 - 08h09
Segunda-feira pode ser forte aliada da gestão estratégica nas empresas
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital