NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Esporte

09/11/2018 - 08h10
Imprimir

Palmeiras tenta superar mais um tabu

Fonte: Folhapress
A+ A-
Foto: REPRODUÇÃO

O Palmeiras está com a corda toda neste Campeonato Brasileiro. Líder da competição com 66 pontos, o time alviverde tem quebrado tabus importantes nesta temporada e terá mais um pela frente: o próximo desafio será vencer o Atlético-MG no estádio Independência, local onde não ganha desde abril de 1996.

Perto de levantar a taça de campeão do torneio pela décima vez -considerando títulos unificados -, o time comandado por Luiz Felipe Scolari tem passado por seus duelos de forma positiva.

"Não gosto de entrar em campo pensando nisso, mas a gente sabe que o tabu é mais um objetivo do clube, um objetivo nosso. Com certeza será um dos jogos mais difíceis e eu espero que a gente o quebre, mas sem loucura, sem afobação de querer fazer as coisas à força", falou o volante Jean.

O Atlético-MG é o rival mais difícil desta reta final, já que ocupa a melhor colocação na tabela de classificação, em sexto.

Depois do time mineiro, os paulistas vão enfrentar o Fluminense, que não vive grande fase na competição. Além deles, os quatro últimos confrontos serão contra times que brigam contra a degola: Paraná (20º e já rebaixado), América-MG (18º), Vasco (13º) e Vitória (17º).

Jean, no entanto, evita pensar que a sequência final do alviverde seja mais fácil que a dos rivais que brigam pela taça. Segundo ele, tirar ponto dos times que estão na parte debaixo da tabela, muitas vezes acaba sendo mais complicado.

"Acho mais difícil, sinceramente. Tive essa experiência em outras ocasiões. As equipes estão brigando pra sair de uma zona incômoda, querendo tirar aquela casquinha por jogar com time mais forte. Esses jogos costumam ter ter vários ingredientes que o tornam mais difíceis", afirmou.

TABUS SUPERADOS

Nesta temporada, o Palmeiras vem desbancando marcas significativas dos adversários com quem cruzou no decorrer da competição.

A principal quebra de tabu foi em cima do São Paulo. O Palestra não vencia o rival no Morumbi desde 2002, mas fez 2 a 0 no Tricolor, fora, e espantou o fantasma.

Antes disso, porém, o Palmeiras já havia interrompido uma série de dez jogos sem vencer o Cruzeiro, com o triunfo por 3 a 1, no Pacaembu, também pelo Nacional, no returno.

Ainda no primeiro turno da competição, o alviverde venceu, depois de longos sete anos, um duelo contra o próprio Atlético-MG, por 3 a 2, no Allianz Parque.

A quebra de tabu, aliás, relembra a campanha do título brasileiro de 2016. Sob o comando de Cuca, o time venceu o Sport na Ilha do Retiro após sete anos, ganhou do Inter, no Beira-Rio, depois de quase duas décadas e superou o Atlético-PR na Arena da Baixada pela primeira vez em oito anos.

JULGAMENTO

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva confirmou que o julgamento do atacante Deyverson, do técnico Luiz Felipe Scolari e do diretor Alexandre Mattos, todos do Palmeiras, acontecerá na segunda-feira.

Eles foram denunciados por causa dos ocorridos na partida contra o Ceará, no último dia 21, no Pacaembu. Eles podem ser suspensos na reta final.

Denunciado por jogada violenta, Deyverson pode pegar gancho de um a seis jogos, assim como o técnico Felipão. Vale lembrar que restam apenas seis rodadas para o final do Brasileirão.

Mattos corre risco de ser suspenso de 15 a 180 dias. Ele e Felipão fizeram duras críticas à arbitragem.

Inicialmente, o julgamento estava marcado para o dia 5 e depois adiado, em razão de pedido do próprio Ceará, já que o técnico Lisca também está no processo.

APOIO

O ex-presidente do Palmeiras Paulo Nobre manifestou seu apoio a Genaro Marino, candidato da oposição na eleição presidencial que acontece no próximo dia 24. Via rede social, o ex-mandatário, que esteve à frente do clube entre 2013 e 2016, disse, também, que não pretende retornar ao cargo.

"Caros palmeirenses, gostaria muito de agradecer todo carinho e reconhecimento que venho recebendo nos últimos dois anos, agradecendo e pedindo minha volta, porém voltar a presidir o clube não faz mais parte dos meus planos", publicou.


 

  Últimas

09/11/2018 - 08h10
Malai Manso Resort (MT) realiza clínica de futebol com famoso jogador do Grêmio
09/11/2018 - 08h10
Oito ex-jogadores da seleção brasileira são confirmados em jogo festivo no Nortão
09/11/2018 - 08h10
Jogos do fim de semana definem equipes finalistas do Campeonato Pixote
09/11/2018 - 08h10
Monte Líbano recebe último torneio estadual de tênis de 2018
09/11/2018 - 08h10
Mixto vence Dom Bosco de virada e abre vantagem na decisão da Copa FMF
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital