NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Esporte

08/06/2018 - 20h15
Imprimir

Prefeitura inova no FIPe e oportuniza pessoas com deficiência participarem de prova de pesca

Fonte: ASSESSORIA
A+ A-
Foto: REPRODUÇÃO

Uma das novidades do Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres, foi a oportunidade de Pessoas com Deficiência – PcD , participarem pela primeira vez em uma prova específica para eles . Uma nova modalidade para deficientes auditivos, visuais, intelectuais, cadeirantes, amputados e outras deficiências passou a integrar as provas de barranco do FIPe.

Segundo o Secretário de Turismo da Prefeitura de Cáceres, Júnior Trindade, a deficiência não é uma incapacidade e incluir pessoas om deficiência no festival de pesca é oportunizar a estas pessoas o direito de se integrar e socializar com outras pessoas e o meio ambiente através de uma pesca ecologicamente correta.

Júnior também conta que um deck foi construído para acomodar os cadeirantes e oportunizar uma melhor acomodação aos participantes.

Ao todo 80 pessoas com algum tipo de deficiência participaram desta prova.

Para o prefeito Francis Maris a inclusão de Pessoas com Deficiência no FIPe 2018, abriu uma oportunidade única de participação na prova de pesca, respeitando as diferenças e as potencialidades de cada um, além de conscientizar a população a valorizar a PcD como ser social e ativo.

Participaram também 11 pescadores de Mirassol D’Oeste e 10 de São José dos Quatro Marcos.

Para a colaboradora da APAE de Quatro Marcos, Ana Lídia, o evento proporciona uma interação psicossocial e oportuniza a participação no maior festival de pesca do Brasil.

Já Sebastiana da Silva, que acompanhou seu irmão deficiente, Natalino Gabriel da Silva (62), enalteceu a iniciativa. “ O Gabriel sempre quis participar e hoje aos 62 anos pôde realizar seu sonho de participar de uma pescaria no FIPe, parabéns por incluírem esta modalidade”, observou Sebastiana.

O irmão e pescador com deficiência disse que estava muito feliz por ter pescado e ter fisgado uma piranha.

No final desta competição, o representante do Ranking Brasil, Luciano Cadari, validou a prova como a maior do gênero no Brasil, com 80 pessoas com deficiência em uma prova de pesca de barranco e Cáceres bateu mais um recorde.

 

 

  Últimas

08/06/2018 - 20h15
Sport vence o Vasco e aumenta esperanças de ficar na Série A
08/06/2018 - 20h15
Mais um passo na Educação Inclusiva de Várzea Grande
08/06/2018 - 20h15
4ª Corrida Unimed Cuiabá acontece nesse domingo
08/06/2018 - 20h15
Mixto e Grêmio Sorriso começam decidir 6ª vaga na final do mato-grossense Sub-17
08/06/2018 - 20h15
Cuiabá garante vaga antecipada à semifinal da Copa Federação
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital