NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Esporte

14/05/2018 - 19h53
Imprimir

O Sport São Francisco é campeão da 1ª Copa Industrial de Futebol Amador

Fonte: MARIANNA PERES
A+ A-
Foto: REPRODUÇÃO

O Sport São Francisco, que leva o nome do bairro que representa, é o campeão da 1ª Copa Industrial de Futebol Amador, realizada pela prefeitura de Várzea Grande, evento que integrou o calendário festivo alusivo aos 151 anos de fundação da cidade. Na final contra o Souza Lima, a vitória simples de 1 x 0 garantiu o título e a comemoração da torcida. A final levou centenas de pessoas ao miniestádio ‘Paulo José da Costa – Pepe Legal’, no bairro Santa Izabel, na tarde de ontem (13).

Os finalistas foram premiados com troféus e medalhas. O campeão levou uma premiação em dinheiro, no valor de R$ 6 mil e o vice-campeão, Souza Lima, R$ 3 mil. A partida foi decidida somente no segundo tempo, depois de um cruzamento perfeito e que o jogador Palermo converteu em gol. Faltando menos de dois minutos para o fim da partida, o Souza Lima empatou, mas o gol foi anulado por impedimento do ataque.

Ontem, a primeira edição da Copa Industrial chegou ao fim, após mais de um mês de jogos. Da abertura à final foram 47 partidas com saldo de 103 gols. Mais de 10 mil pessoas acompanham os jogos, torcendo pelas equipes dos seus bairros. Trinta e duas equipes e mais de 670 atletas amadores participaram do evento.

Antes do pontapé inicial da final, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, o vice-prefeito, José Hazama e o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, avaliaram essa primeira edição e anunciaram que no próximo ano, a competição deverá ser ainda maior e ofertar mais prêmios. “Além da maciça participação das famílias nos miniestádios, proporcionando lazer, diversão e integração, os jogos fomentaram o comércio das localidades, garantindo renda extra”, pontuou a prefeita.

A prefeita explica que a 1ª Copa Industrial nasceu com propósitos específicos. Entre eles, o de difundir a prática esportiva, incentivar novas competições, estimular o uso dos miniestádios e, nessa nova competição, melhorar, criar e ampliar a relação interbairros. “Essa gestão tem como foco investimentos contínuos em áreas prioritárias e educação está ligada ao lazer, à cultura e ao esporte. Estamos realizando um dos maiores investimentos dos últimos anos na reconstrução do Fiotão, onde quase R$ 8 milhões serão aplicados. Reformarmos miniestádios, que serviram de sede para vários jogos dessa competição. Outras cinco praças esportivas serão construídas no Ipase, na cohab Jayme Campos, no Marajoara, no Manaíra e no Parque Sabiá/São Mateus. Com políticas públicas indistintas, vamos melhorando o acesso e promovendo ações que garantem diversão, entretenimento e lazer nos bairros mais distantes do Centro da nossa cidade”.

O secretário Silvio Fidelis reforçou a fala da prefeita explicando que além de lazer, da promoção do desporto e do esporte, “a competição serviu como uma vitrine para os craques do nosso futebol amador. Não tenho dúvidas de que no ano que vem teremos uma Copa ainda maior e mais concorrida, porque os jogos movimentaram os finais de semana, Várzea Grande afora”.

Fidelis fez questão de ressaltar que o maior ganho dessa 1ª Copa Industrial foi a promoção do futebol amador e da integração social e do entretenimento, “que se torna uma marca da competição”.

PREMIAÇÃO – Além dos prêmios ao campeão e ao vice-campeão, a competição também homenageou com troféus o melhor goleiro da edição, que ficou com Rafael do Amigos JP do jardim Primavera, e do grande artilheiro, que ficou com o jogador Jean Carlos do Souza Lima.

Mesmo em sua primeira edição, a competição é a maior já realizada pelo futebol amador, dentro de Várzea Grande, como destaca o secretário de Educação, Sílvio Fidelis. “A tabela contemplou partidas de fase classificatória, com jogos de ida e volta, e seguiu para fase eliminatória, a partir das oitavas de final. Muitas equipes se mantiveram na competição após vitória na cobrança de pênaltis, o que deu à Copa, emoção, torcida e muita comemoração”.

Antes do jogo da final, o miniestádio reuniu as equipes de futebol feminino do Operário Várzea-grandense e do Mixto, rivalidade que não foi esquecida mesmo em um jogo amistoso. O tricolor venceu por 1 x 0.

 

 

 

  Últimas

14/05/2018 - 19h53
Em sua despedida Borja marca e Palmeiras vence o Bahia no Allianz
14/05/2018 - 19h53
STJD nega mandado de garantia em que Palmeiras pede anulação da final do Paulista
14/05/2018 - 19h53
Cuiabá joga em casa buscando se consolidar na liderança da Série C
14/05/2018 - 19h53
Luverdense vence o Santos, mas cai nas oitavas da Copa do Brasil
14/05/2018 - 19h53
Cuiabá joga em casa buscando se consolidar na liderança da Série C
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital