NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Artigos

11/06/2018 - 13h51
Imprimir

Experiência para continuar mudando

Fonte: Domingos Sávio Parreira
A+ A-

Os recentes levantamentos mostram que o povo quer um governador honesto, que dialoga e que seja competente. Tem outro dado: mais de 60% da população ainda não quer falar de política. Minha percepção: quando essas pessoas decidirem em quem votar, sinceramente, não encontrarão outro nome que agregue as características presentes em Pedro Taques - combativo membro do Ministério Público, destacado Senador da República e pulso firme na condução da máquina estadual.

Nas andanças por Mato Grosso, já ouvi gente dizendo que não votaria mais no governador porque ele é muito duro, que ele bateu de frente com muita gente e até que ele é um carrasco. Eu sempre faço mais um questionamento: carrasco com quem? Não com o povo. E defendo: Na situação em que este Estado se encontrava em 2014, é sempre bom lembrar que a população precisava de um xerife para colocar ordem na casa. Sempre concordam com essa minha observação.

Quando este governo tomou posse, em 2015, a situação econômica e social do Brasil era gravíssima. Em Mato Grosso, encontramos uma terra arrasada depois do estrago feito pelo ex-governador. O Governo Taques teve a coragem de tomar as medidas que afastaram os reflexos dessa crise. Enquanto muitos estados deixaram de pagar salários, ficaram impedidos de construir novos hospitais, aumentar o número de policiais nas ruas e construir escolas, instituiu-se em Mato Grosso uma política de austeridade que garantiu salário e investimentos em setores essenciais como saúde, segurança e educação.

Vejam o novo Pronto Socorro de Cuiabá que terá mais de 300 leitos, os repasses para funcionamento do Hospital São Benedito, as novas ambulâncias para o SAMU, mais de três mil novos policiais, obras nas estradas da Chapada e da Guia, trincheira, pavimentação de bairros, novas unidades do Ganha Tempo, entrega da Salgadeira, pavimentação do Coxipó do Ouro, nova Escola Técnica, cinco mil novos professores, reforma de escolas estaduais, Arena da Educação, Escola em tempo Integral, são dezenas de obras e ações na Capital.

Tudo isso está sendo possível porque o governador Pedro Taques se empenhou em implantar um modelo de gestão eficiente. Ganhamos novo fôlego para recuperar a economia, voltar a crescer de forma acelerada, sem aumentarmos os impostos. As tão criticadas auditorias tiveram como resultado economia de mais de R$1 bilhão. Escolas, unidades da segurança pública e o Novo Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa estão sendo construídos com recursos devolvidos de pessoas que cometeram ilícitos. Quando neste Estado que dinheiro roubado voltava para os cofres do governo?

Ao longo dessa árdua batalha chamada governar, o chefe do Executivo também evoluiu no aspecto pessoal. Aprendeu com os erros, não se encastelou mesmo nos momentos mais críticos, continuou nas redes sociais e indo às ruas, conversando com as pessoas, recebendo elogios e também críticas. Não se fez um político que aparece somente em época de eleição. Não deixou de cobrar um segundo agilidade de seu secretariado e fez as mudanças que precisou fazer, doa a quem doer. Com as lições práticas da vida de governador, firmou-se como um gestor humano e acessível.

Coragem e atitude para mudar, honestidade, experiência administrativa, maturidade política e sensibilidade com as pessoas são ingredientes que colocam no colo do governador Pedro Taques a obrigação de confirmar sua candidatura à reeleição. Afinal, o homem não para de trabalhar e Mato Grosso precisa de mais mudanças com ele à frente.

*Domingos Sávio Parreira é secretário de Estado de Governo de Ciência e Tecnologia, vereador de Cuiabá por quatro mandatos, secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico da capital e é administrador de empresas com pós-graduação em gestão empresarial pela USP. 

  Últimas

11/06/2018 - 13h51
Perpetuando o negócio na empresa familiar
11/06/2018 - 13h51
Encontre prosperidade em uma cooperativa de crédito
11/06/2018 - 13h51
Automutilação, doença silenciosa
11/06/2018 - 13h51
Causa Nobre
11/06/2018 - 13h51
O ponto em comum entre a recepcionista e a empresária
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital