NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Artigos

08/11/2017 - 08h20
Imprimir

O que pode ser definido como demência?

Fonte: Luiz Gustavo Castro Marques
A+ A-

Demência é o termo geral para um grupo de distúrbios cerebrais que causam problemas de memória e dificuldade de pensar.

Os sintomas da demência geralmente começam muito suaves, pioram lentamente e podem incluir:

●Esquecimento de todos os tipos de coisas
●Confusão
●Problemas com o idioma (por exemplo, não é possível encontrar as palavras certas para coisas)
●Problemas de concentração e raciocínio
●Problemas com tarefas como pagar contas ou equilibrar um talão de cheques
●Perdendo-se em lugares familiares
E a medida que a demência piora, pode causar raiva ou agressão, faz as pessoas verem coisas que não estão lá ou acreditam em coisas que não são verdadeiras, impede a capacidade das pessoas de comer, banhar-se, vestir-se ou fazer outras tarefas diárias e faz com que as pessoas percam o controle da bexiga e do intestino.

Quais são os diferentes tipos de demência? - Os tipos mais comuns incluem:

●Doença de Alzheimer - A doença de Alzheimer é a causa mais comum de demência. É uma doença em que as células do cérebro morrem lentamente ao longo do tempo.

●Demência vascular - A demência vascular ocorre quando partes do cérebro não recebem sangue suficiente. Isso pode acontecer quando os vasos sanguíneos do cérebro ficam entupidos com coágulos sanguíneos ou depósitos gordurosos. Esta forma de demência é mais comum entre as pessoas que tiveram acidentes vasculares cerebrais ou que estão em risco de acidentes vasculares cerebrais.

●Doença de Parkinson - A doença de Parkinson é uma doença cerebral que afeta o movimento. Provoca tremores, rigidez e lentidão. À medida que piora, também pode causar demência.

A demência também pode acontecer se o cérebro de uma pessoa tiver sido danificado com lesões na cabeça.
Caso você identificou algum desses sinais deve procurar um médico para verificar se a perda de memória e a confusão são causados ​​por problemas de saúde e que pode não se tratar de demência e tem tratamento para reversão. Por exemplo, as pessoas com diabetes às vezes apresentam sinais de confusão quando o açúcar no sangue não está bem controlado.

Há testes que eu deveria ter? - Seu médico ou enfermeiro irá decidir quais testes você deve ter com base em sua situação individual. Muitas pessoas com sinais de demência não precisam de uma varredura cerebral. Isso ocorre porque os testes que são mais úteis são aqueles que observam como você responde perguntas e faz determinadas tarefas. Mesmo assim, seu médico pode querer fazer uma varredura cerebral (TC ou MRI) para garantir que seus sintomas não sejam causados ​​por um problema não relacionado à demência.

Como é tratada a demência? - Isso depende do tipo de demência que você tem. Se você tem doença de Alzheimer, existem medicamentos que podem ajudar alguns. Se você tem demência vascular, seu médico se concentrará em manter sua pressão arterial e colesterol o mais próximo possível do normal. Fazer isso pode ajudar a reduzir os danos adicionais ao cérebro.

Contudo, ainda não há bons tratamentos para a maioria dos tipos de demência. Mas os médicos às vezes podem tratar sintomas preocupantes que vêm com demência, como depressão ou ansiedade.

Como faço para ficar seguro? - Se você tem demência, talvez você não esteja ciente de quanto sua condição o afeta. Confie na sua família e amigos para lhe dizer quando não é mais seguro para você dirigir, cozinhar ou fazer outras coisas que possam ser perigosas.

Esteja ciente, também, de que as pessoas com demência muitas vezes caem e se machucam. Para reduzir o risco de quedas, é uma boa idéia:

●Proteja os tapetes soltos ou use o suporte antiderrapante em tapetes
●Retirar fios soltos ou cabos elétricos
●Use sapatos resistentes e confortáveis
●Mantenha as passagens bem iluminadas
Sabemos que não há formas comprovadas de prevenir a demência. Mas a atividade física, uma dieta saudável e a interação social são ações que parecem ajudar a manter o cérebro saudável.

Luiz Gustavo Castro Marques – é médico geriatra CRM-MT 3696 

  Últimas

08/11/2017 - 08h20
Ferrovia como fator de competitividade
08/11/2017 - 08h20
Quando câncer de próstata tem metástase no cérebro
08/11/2017 - 08h20
A geração da insônia
08/11/2017 - 08h20
Novembro Azul e o caos na saúde pública
08/11/2017 - 08h20
Você já saiu da caverna, hoje?
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital