NEWS CUIABÁ
Últimas Notícias Mato Grosso Política Artigos Esportes Economia Variedades Meio Ambiente Brasil Mundo

/ Artigos

01/11/2017 - 19h59
Imprimir

Respeitem os servidores!

Fonte: Allan Kardec
A+ A-

A prisão de servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), nesse dia 31 de outubro, demonstra que precisamos respeitar ainda mais trabalhadores e trabalhadoras do nosso Mato Grosso.

Como professor da rede pública estadual, vejo cada vez mais a precarização das condições de trabalho ao longo dos governos que se passam. Ao mesmo tempo, há uma insistente tentativa de responsabilização dos servidores por tudo o que há de ruim nas administrações.

Não podemos aceitar isso. Não devemos nos calar diante de agressões que podem ser classificadas como tortura, pois alguns trabalhadores do Detran ficaram por cerca de uma hora e meia nas viaturas depois de alegar agressões e uso desnecessário de gás de pimenta mesmo estando sob custódia do Estado.

Isso tudo ocorreu sem eles oferecerem risco à integridade de militares e foge ao procedimento padrão da corporação, pois deveriam ser encaminhados diretamente a algum Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc).

A violência nunca será justificada em qualquer situação, muito menos contra trabalhadores e trabalhadoras que estavam protestando pacificamente.

Vale lembrar que os servidores estão em greve desde o dia 11 de setembro na luta pela atualização da tabela salarial que está defasada desde 2011. A Constituição Federal assegura o direito constitucional à greve, além do mais a paralisação é legal, conforme a Justiça. Foi o governo do Estado que não apresentou proposta para encerrar o impasse há pelo menos nove meses, não compareceu à audiência de conciliação no Núcleo de Mediação do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e prefere cortar ponto de trabalhadores como forma de reprimir o movimento que só tende a aumentar em solidariedade aos trabalhadores agredidos.

Não consigo entender como o Detran, um dos órgãos que mais arrecadam no Estado, não tem a devida atenção por parte do governo. Ao invés de diálogo, prefere atacar os dirigentes sindicais numa clara tentativa de desqualificar essas pessoas para enfraquecer as reivindicações. O governo chegou ao ponto de distribuir gravações de militares alertando sobre proibição de obstrução de vias, mas omitiram que esse episódio ocorreu na semana passada.

Nessa terça-feira, faltou sim diálogo e o maior culpado disso é o governo que utiliza a força da Polícia Militar, também formada por servidores, para alcançar fins políticos de atacar quem ousa reivindicar qualquer direito.

 

Allan Kardec Benitez é profissional de Educação Física, professor da rede estadual de Educação, Especialista em Gestão Educacional, Mestre em Estudos de Cultura Contemporânea, Doutorando em ECCO/UFMT e Deputado Estadual.

 

  Últimas

01/11/2017 - 19h59
Ferrovia como fator de competitividade
01/11/2017 - 19h59
Quando câncer de próstata tem metástase no cérebro
01/11/2017 - 19h59
A geração da insônia
01/11/2017 - 19h59
Novembro Azul e o caos na saúde pública
01/11/2017 - 19h59
Você já saiu da caverna, hoje?
© 2011 - Todos os direitos resevados a News Cuiabá
Fale conosco: contato@newscuiaba.com.br
JobDigital